Artigos Bíblicos

SANTUARIO TERRESTRE

Santuario Tenda

Imagem Acima: Tenda que Deus mandou Moisés construir no Deserto por volta de 1500 AC. Este Santuário do Deserto se tornaria o Templo de Salomão (Imagem abaixo), um dos edifícios mais luxuxos da História:

Templo de Salomão

Introdução

Deus sempre revelou o futuro para os seus filhos. A Bíblia por exemplo declara que Cristo foi morto antes da fundação da Terra (Ap 13:8). A razão disso é que Deus já sabia que o homem poderia pecar e Ele tinha um plano de emergência para isso, O plano de Salvação! Ele daria Seu Filho para pagar a penalidade do pecado no lugar de todos os que cressem nEle e dessa maneira tivessem direito a vida eterna. Jesus pagaria a pena de morte que o pecador receberia! Só que para manter a fé dos homens na primeira vinda do Messias, Deus passou a simbolizar a futura morte de Seu Filho na cruz através de sacrifícios de animais. Deus pedia geralmente um cordeirinho sem defeito para sacrifício. É por isso que João Batista disse de Jesus: Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo! João 1:29.

Isso passou a ser ensinado desde que o pecado entrou no nosso mundo. Adão e Eva já sabiam disso, e ensinou seus filhos a sacrificarem o cordeirinho. Abel fez o sacrificio do cordeiro como seus pais ensinaram, mas Caim desobedecendo a ordem levou o cereal da terra. (Veja Gênesis 4:4).

Cerca de 2 mil anos se passaram. Quando Deus retirou Israel do Egito resolveu apresentar o plano da salvação de maneira completa. Acrescentou novos detalhes ao mero sacrifício de cordeiros. Moisés deveria construir um santuário e Deus lhe mostrou uma planta. Veja Hebreus 8:5. Esse modelo era uma cópia simples do santuário que existe no céu, que o Senhor construiu e não um ser humano. Veja Hebreus 8:2. O santuário tinha 3 partes: a parte externa onde eram feitos os sacrifícios de animais, o lugar santo e o lugar santíssimo.

1. O Pátio Externo

Santuário1

No Pátio externo o pecador trazia uma animal sem defeito (que  simbolizava o sacrifício de Cristo e confessava seus pecados sobre sua cabeça). Depois disso tinha que matá-lo, degolando-o com uma faca. O sacerdote pegava uma bacia de prata e coletava um pouco do sangue do cordeirinho. O resto da carne era queimada.

Santuário2

Enquanto a carne gordurosa era queimada (O Sacerdote poderia guardar a carne sem gordura para se alimentar, caso desejasse), o sacerdote se banhava na pia (à esquerda na imagem) antes de entrar com a bacia de sangue no Santuário.

2. O Primeiro Compartimento: O Lugar Santo

Santuário3

No lugar santo (veja na imagem o cômodo à direita) se encontrava a mesa de pães, o castiçal e o altar de incenso. Quando o sacerdote entrava com a bacia de sangue no primeiro compartimento do santuário espirrava o sangue 7 vezes no altar de incenso, perto da segunda cortina. Os pecados individuais do povo eram transferidos simbolicamente para o santuário. Isso acontecia pelo menos 2 vezes por dia durante 1 ano inteiro! O sangue sapilcava a cortina que dividia o primeiro do segundo compartimento enão podia ser lavada. O Sacerdote JAMAIS entrava no SEGUNDO  compartimento. Isso era feito apenas uma vez por ano.

OS TIPOS DE SERVIÇOS DO SANTUÁRIO

Como agiam diante de cada situação quando se pecava
Sacrifício Onde? Por quem? Como era? Bíblia
Bezerro Pátio e Fora
Arraial
Sacerdote Ungido pecava por ignorância Imposição de mãos, sangue aspergido 7x no lugar santo, sangue nos chifres do altar de incenso e derramado a base do altar de sacrifícios. Gordura queimada no altar e depois  queimado fora. Lv 4:2-12
Novilho Pátio e Fora
Arraial
Toda comunidade peca por ignorância Imposição de mãos pelos anciãos, sangue aspergido 7x no lugar santo, sangue nos chifres do altar de incenso e derramado a base do altar de sacrifícios. Gordura queimada no altar e depois o touro queimado. Lv 4:13-21
Bode Macho Pátio Chefe pecava por ignorância Imposição de mãos, sangue aspergido nos chifres do altar de sacrifícios, sangue a base do altar e gordura queimada. Lv 4:22-26
Cabra Fêmea Pátio Pessoa comum pecava por ignorância Imposição de mãos, sangue aspergido nos chifres do altar de sacrifícios, resto do sangue a base do altar e gordura queimada. Lv 4:27-35
Cordeira ou Cabrita Pátio Qualquer pessoa que: ocultar pecado, tocar algo imundo, quando jurar mal ou bem. Faz expiação pelo pecado Lv 5:1-6
2 Rolas ou 2 Pombinhos Pátio Pessoa que não tenha condições de levar Cordeira ou Cabrita, mas nas mesmas condições anteriores acima. Sacerdote pega o 1 animalzinho e quebra-lhe o pescoço torcendo sem a separar do corpo, o sangue sobre a parede do altar, resto do sangue a base. O outro animalzinho é para o holocausto. Lv 5:7-10
10ª parte de Efa de Flor de Farinha Pátio Pessoa que não tenha condições de levar 2 Rolas ou 2 Pombinhos, mas nas mesmas condições anteriores acima. Sacerdote pega a farinha e coloca um punhado sobre as ofertas queimadas ao Senhor, lhe será perdoado. Lv 5:11-13

3. O Segundo Compartimento (O Lugar Santíssimo)

arca da aliança

No Lugar Santíssimo ficava a ARCA DA ALIANÇA. Dentro dela estavam os 10 mandamentos recebidos no Monte Sinai. Um luz sobrenatural irradiava sobre a arca, demonstrando a presença de Deus. O Sumo Sacerdote só entrava no Santíssimo uma vez por ano guando chegava até a presença de Deus, diante da arca da aliança e esparramava o sangue do cordeiro por cima da tampa da arca (o propiciatório). Nesse dia os pecados do ano inteiro eram expiados (o chamado  yon Kippur judaico) e a cortina encharcada de sangue que dividia os compartimentos era retirada e colocada uma nova. Esse dia era cosiderado o dia de julgamento quando a nação ficava livre de seus pecados.

A Luz sobrenatural veio a desaparecer posteriormente. Já não existia quando o Profeta Jeremias mandou esconder a arca da aliança, antes da destruição do Templo em 587 AC.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *